6 de junho de 2009

REUNIÃO DISCUTIU A IMPLEMENTAÇÃO DO PROJETO PEDAGOGIA DO PARLAMENTO

Hoje, pela manhã, aconteceu uma reunião para que fosse discutido o projeto Pedagogia do Parlamento, de autoria do vereador e Presidente da Câmara, Assis Batista (PSB).

O vereador Assis Batista foi o autor do projeto.

Na ocasião, estiveram presentes várias autoridades e representantes de instituições de ensino e outras:

Vereadores: Assis Batista e Paulo Brasil (PR)

Gestores das escolas: Vicente de Paula (L. Gurgel), Maria de Isabel e Socorro Lino (Maria Sílvia), Ailton Algusto e Veridiana (Fcº de Souza Júnior - Mirandas), Queida Benevides (Jussara Deanny), Maykon Oliveira (Josué de Oliveira) e Titica Alves (Jonas Gurgel).

Demais representantes: João Marcolino (Maria Sílvia/Liderança FM), Marcos Roberto (Pólo UAB/ATOS), Henderson Glênio (Conselho Tutelar) e Idalene Praxedes (Escola Antônio Nicolau de Melo - Borracha).

Equipe da Câmara Municipal: Patrício Ferreira, João Paulo Costa e Leysson Carlos.

Vários representantes discutiram a viabilização do projeto.

De acordo com Assis Batista, o projeto visa fortalecer a cidadania, aproximando a sociedade do Poder Legislativo, a partir da participação de crianças, jovens e adolescentes nas Sessões da Câmara. Dessa forma, as escolas fariam uma preparação interna, com o propósito de incentivar os alunos a participar das atividades, e perceber qual a verdadeira função dos vereadores. Também, serão permitidas críticas, sugestões e questionamentos e, os próprios professores, podem cobrar trabalhos, de acordo com a temática discutida pelos estudantes e pelos próprios parlamentares.

O vereador Paulo Brasil (PR) se mostrou interessado pelo projeto, destacando a sua função de preparar cidadão cada vez mais responsáveis e conhecedores dos seus direitos. Tal concepção foi corroborada pelo professor e radialista João Marcolino. Além de fazer esse destaque, ele falou sobre a necessidade de todos os vereadores estarem preparados para as perguntas e para dar as devidas respostas, uma vez que algum aluno pode ficar inibido dependendo da forma como for tratado.

O Professor João Marcolino, o vereador Paulo Brasil e o professor Marcos Roberto, também participaram das discussões.

O professor Marcos Roberto também se mostrou entusiasmado, mas destacou a importância do engajamento de cada uma das escolas e, não apenas, um número restrito de profissionais. além disso, ele também comentou sobre o compromisso que deve ser firmado em relação as instituições de ensino, como por exemplo, nos esclarecimentos, no envio dos ofícios, na disponibilização de transporte para o translado dos estudantes, entre outros.

O projeto Pedagogia do Parlamento tem tudo para ser um sucesso e, muitos acreditam que assim pode ser. No entanto, é necessário que cada umas das escolas procurem trabalhar a política, a cidadania de maneira constante. A participação nas Sessões da Câmara Municipal é bastante importante, mas só terá utilidade, se o que for discutido em sala de aula ou nos salões do nosso parlamento, for colocado em prática.



Por MAYKON OLIVEIRA E LEYSSON CARLOS

2 comentários:

  1. Sugestões:

    Seria a criação de uma campanha política dentro da instituições onde os alunos deveriam criar propostas, partidos políticos,ou seja, criar uma eleição interna nas escolas com urnas eletrônicas para que eles possam desenvolver uma opinião critica a respeito do poder legislativo, e como atua e qual a função que cada um ocupa, e quais trabalhos podem ser desenvolvidos pelos vereadores. Depois eles iriam mostra suas propostas para os vereadores, em uma sessão e debater as suas propostas e da sugestões.

    UM abraço.

    ResponderExcluir
  2. Boa Henderson, muito boa essa sugestão!

    ResponderExcluir

PAINEL POPULAR


CARAÚBAS HOT NEWS - Orgulho de ser caraubense!

SEJA TAMBÉM UM DOS NOSSOS COLABORADORES